sábado, 10 de novembro de 2012

ATUALIDADES | Economia chinesa vai superar a dos EUA em quatro anos, diz OCDE.

A China desbancará os Estados Unidos do posto de maior economia do planeta em quatro anos, segundo as previsões divulgadas nesta sexta-feira (09/11) pela OCDE (Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico). A expectativa dos economistas é de que os países emergentes assumam o topo da economia mundial, superando os países desenvolvidos, até 2060.

Ao longo das próximas décadas, o PIB (Produto Interno Bruto) da Índia também deve ultrapassar o norte-americano e os dois gigantes asiáticos juntos, os índices das nações que compõem o G7 (França, Alemanha, Itália, Japão, Reino Unido e EUA). A zona do euro e o Japão, por sua vez, vão perder espaço na tabela do PIB mundial para países como a Indonésia e o Brasil.





“A crise econômica que estamos vivendo nos últimos cinco anos será, eventualmente, superada, mas o mundo que nossos filhos e netos herdarão pode ser totalmente diferente do nosso”, explicou Angel Gurría, o secretário-geral da organização sediada em Paris. “À medida que os países maiores e de crescimento mais rápido assumirem um lugar mais proeminente na economia global, teremos de enfrentar novos desafios para assegurar um mundo próspero e sustentável para todos”, acrescentou.

De acordo com o relatório do grupo, a mudança no equilíbrio de poder vai trazer também melhorias no padrão de vida dos países em desenvolvimento, aproximando-os aos índices sociais das economias mais avançadas. Estima-se que a renda per capita deve pelo menos quadruplicar nestes locais até 2060; na China e na Índia, este número pode chegar a se multiplicar por sete vezes.

“Não podemos dar certeza de que estas previsões vão acontecer”, alertou Gurría.